A fiscalização 4.0 brasileira

Publicado por rupee em

A Fiscalização 4.0 Brasileira

Baseado na reportagem abaixo, eu decidi contar para vocês como que as receitas estão inovando e chegando na revolução 4.0 antes mesmo de você, contribuinte.

Os variados órgãos de arrecadação de impostos, como a Receita Federal e as várias secretarias da Fazenda, estão habituados a rastrear dados e informações. Há muito tempo isso já faz parte do seu cotidiano e não representa nada de novo.

A novidade é que o Banco Central implantou recentemente o Hal, um supercomputador pensado com o único intuito de monitorar TODAS as contas bancárias brasileiras e as transações feitas entre elas. O software de inteligência artificial que roda no Hal trabalha incansavelmente para fiscalizar a totalidade das contas espalhadas pelas 182 instituições financeiras do Brasil. Seu poder de processamento é tanto que chega a armazenar um milhão de operações por dia!

Duas outras máquinas já cumpriam essa função antes do Hal, o Harpia e o T-Rex. Mas após apenas quatro dias em atividade, o Hal já criou 150 milhões de pastas diferentes, que são associadas a cada correntista brasileiro, detalhando CPFs, CNPJs e procuradores das operações feitas por cada conta.

O investimento — que supera até mesmo a de países como França e Alemanha — foi de R$ 20 milhões e tem o claro objetivo de usar a tecnologia para para combater fraudes, caixas dois e automatizar toda a fiscalização da contabilidade do país.

Você já parou para pensar que, a partir de agora, a Receita Federal terá acesso a todos os dados de suas contas bancárias e poderá cruzar essas informações com o seu salário, suas transferências, até mesmo com a as usas emissões de notas fiscais?

Qual é a sua opinião sobre isso, assustador ou correto?

“Tanto o rupee, como o autor não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizados pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Adicionalmente, a rupee e o autor ressaltam que em matéria de interpretação de textos legais, sobretudo na área tributária, há sempre a possibilidade de entendimentos diversos por parte das autoridades fiscais, razão pela qual não podemos garantir que estamos fornecendo a V.Sas. opinião não sujeita a eventual contestação por parte das autoridades fiscais, bem como que a mesma venha a finalmente prevalecer em tribunais administrativos ou judiciais.

E ainda, considerando que a matéria aqui tratada versa sobre a interpretação de textos legais, recomendamos que a mesma seja submetida à apreciação dos advogados/consultores da empresa antes que venham a tomar qualquer decisão sobre o assunto.

Como toda e qualquer opinião, a rupee e o autor não possuem nenhuma responsabilidade na tomada de decisões em nome dos usuários. e nem estaríamos em condições de fazê-lo.”


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami